Como investir na bolsa de valores americana, índices e alternativas

Investir na bolsa de valores americana é uma ótima forma de diversificar sua carteira, além de virar sócio de empresas gigantescas. E existe mais de uma maneira de colocar seu dinheiro lá.

Pensando nisso, aqui você vai descobrir na prática como o processo todo funciona, para ser capaz de dar os primeiros passos. 

Então, não perca mais tempo, pegue o seu bloco de notas e vamos começar! 

Guia Definitivo da Renda Fixa

Você vai precisar pesquisar opções de corretoras 

Uma das principais questões levantadas por investidores, é a necessidade de conhecer alguma corretora que realmente atenda às suas necessidades básicas. 

Considerando que o investimento não é do território brasileiro, é preciso escolher entre as opções de instituições que fazem esse tipo de movimentação. 

Assim, você pode escolher entre as corretoras americanas ou mesmo as brasileiras, já que existem algumas instituições aqui que fornecem esse tipo de serviço. 

Geralmente, o principal empecilho é a língua, já que as corretoras estrangeiras podem ou não ter alguém que fale o português. 

Não é preciso apenas escolher uma ação, mas entender como aquela instituição financeira funciona, quais são as condições bem como regras de funcionamento, taxa e assim por diante. 

Logo, você precisa entender o que está sendo falado. 

Então, separe algum tempo para fazer uma boa pesquisa de mercado. 

Investir na bolsa de valores americana é entender que não existe apenas uma opção 

Muitas vezes, quando se fala em bolsa de valores, muitos iniciantes imaginam que existe apenas uma bolsa americana, onde todos os investimentos são feitos. 

Entretanto, isso não é uma realidade. Enquanto o Brasil possui apenas uma bolsa de valores, nos Estados Unidos as coisas são diferentes.

O mercado possui duas grandes opções que você precisa conhecer melhor. 

Em primeiro lugar, a NYSE. 

A NYSE, ou The New York Stock Exchange, é a bolsa de valores de Nova York, que nasceu em 1792 e é uma das maiores do mundo. 

Logo, está localizada em Manhattan, na Wall Street, sendo responsável pela maior parte de todas as negociações que acontecem no mercado do mundo. 

A outra grande bolsa de valores americana é a Nasdaq, ou National Association of Securities Dealers Automated Quotations

Em termos simples, a empresa é um mercado de ações totalmente automatizado e sendo considerado um dos maiores do mundo. 

Nasdaq foi fundada mais de dois séculos depois da sua “irmã”, em 1973.

Vale destacar que a Nasdaq tem foco principal no ramo tecnológico e funciona como um tipo de termômetro do mercado financeiro. 

Entre escolher NYSE x Nasdaq, vale a pena conhecer melhor como cada uma delas funciona bem como o que oferece. 

Como investir na bolsa de valores americana, índices e alternativas

Importante

Seja uma corretora brasileira ou não, avalie quais são as taxas e juros cobrados por cada uma das opções que escolheu. 

Assim, você coloca em perspectiva quais serão esses “gastos” dos investimentos e qual opção realmente vale a pena. 

Conheça os índices americanos

Na hora de descobrir como investir na bolsa de valores americana, é preciso conhecer o Dow Jones

Chamado de Dow Jones Industrial Average, basicamente se trata de um índice do mercado criado em 1896.

Logo, é um dos mais antigos dos Estados Unidos e é uma amostra dos movimentos do mercado, sendo um indicador importante para as bolsas e investidores. 

A ideia dele é semelhante ao que o Ibovespa é para a bolsa de valores de São Paulo.

Caso você não saiba, esse índice não é calculado pela Bolsa, mas sim escolhidos por editores do jornal The Wall Street Journal, sendo que não existem nenhum pré-critério para isso. 

Agora, existe outro índice, o S&P 500 (uma abreviação para Standard & Poor’s 500).

Esse índice, de forma simples e resumida, usa os valores das 500 ações americanas mais relevantes para indicar como o mercado americano está.

Imagine que ele faz um cálculo ponderado dessas 500 ações e chega em um valor. A cada momento, este valor é atualizado então comparando esses valores é possível saber como está a tendência do mercado.

A ideia dele é bem semelhante ao que o Ibovespa é para a bolsa de valores de São Paulo.

Como investir na bolsa de valores americana do Brasil 

Seja por conta do idioma, contas ou mesmo facilidade, é comum que os investidores optem por uma corretora que faça o investimento na bolsa, mas tudo aqui do território brasileiro. 

Se esse for o seu caso, é essencial descobrir se a instituição que você está considerando esteja atuando de acordo com as legislações atuais. 

Para isso, certifique-se de que a corretora possui o registro chamado de finra, uma abreviação para Autoridade Regulatória da Indústria Financeira. 

Além disso, confirme se a corretora tem a autorização SEC, referente a libração para Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos.

Caso a que você está estudando corretora não tenha essas documentações, a melhor alternativa é procurar outra opção. 

Lembre-se, mesmo que tenha que pagar uma taxa a mais, garanta a segurança das suas operações.

Cheque toda a documentação necessária 

Entre os passos de como investir na bolsa de valores americana, está a necessidade de separar todos os documentos que você pode precisar. 

Geralmente, os itens básicos incluem: 

  • Cópia do CPF; 
  • Comprovante de residência atual; 
  • Declaração do imposto de renda; 
  • Documento W-8BEN

Esse último funciona como um documento de pessoas que tem interesse em investir na bolsa e é fornecido pela Internal Revenue Service, mais ou menos como a Receita Federal.

Este documento é necessário para todos que não são cidadãos norte-americanos e é solicitado pelas corretoras e outras instituições de negócios estrangeiros.  

Porém, existem corretoras que podem solicitar ainda outros documentos, sendo necessário avaliar cada um deles, preencher e enviar de acordo com o método de funcionamento de cada instituição

Você também pode investir do Brasil

Você não precisa necessariamente escolher uma corretora (estrangeira ou brasileira) que vai fazer uma operação diretamente na bolsa norte-americana.

Como investir na bolsa de valores americana, índices e alternativas

Você também pode investir diretamente no índice S&P 500 através da nossa bolsa de valores. Para isso, você deve negociar o índice IVVB11.

É possível comprá-lo diretamente, como qualquer outra ação e ele replica o movimento do índice americano. Dessa forma, você está se expondo a bolsa americana.

Além disso, também existem as BDRs (Brazilian Depositary Receipts). Basicamente, elas têm a mesma ideia do IVVB11, a diferença aqui é que a BDR replica o movimento de uma ação norte-americana.

Por exemplo, o GOOG34, replica o movimento das ações do Google nos Estados Unidos e assim por diante.

Conclusão

Existem diversas vantagens em escolher a bolsa americana como um meio de investimento.

Afinal, a mesma possui uma boa alavancagem, enorme variedade, ações fracionadas e alta liquidez dos ativos. 

Além disso, tudo que consumimos tem algo que foi comprado em dólar. Então, tendo parte do seu investimento em dólar você estará também diversificando ainda mais sua carteira.

Inclusive, se quiser saber mais sobre a bolsa e entender o que são as ações, vale a pena conferir esse post aqui

Assim, você fica por dentro de toda a temática e será capaz de dar o pontapé inicial na sua mudança de capital financeiro. 

Por fim, ainda ficou alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? 

Comenta aqui embaixo para que eu possa te ajudar ou aproveite para compartilhar a sua experiência.

Grande abraço e até a próxima!

Junte-se ao grupo VIP Informe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos com prioridade
100% livre de spam

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!