O índice VIX (CBOE Volatility Index) da Chicago Board Options Exchange é também é conhecido como o índice do medo. Ele tem como objetivo medir a confiança do investidor, e você pode usar isso ao seu favor.

Sendo assim, neste artigo você vai entender tudo o que precisa para utilizar o índice VIX e ter um melhor controle sobre as suas ações e operações na bolsa de valores.

Vamos lá!

O que é o índice VIX?

Embora seja pouco conhecido, principalmente para quem está começando agora no mundo dos investimentos, o índice VIX é fundamental para quem quer ter melhor controle possível sobre as ações.

Índice VIX: como índice do medo ajuda em suas operações?

Em suma, o VIX tem a finalidade de auxiliar você a entender a volatilidade das ações dentro da bolsa de valores.

O VIX foi feito para acompanhar as 500 principais ações da bolsa norte-americana, portanto, não tem ligação direta com quem pretende investir no Brasil. Ou será que tem?..

Como funciona o índice VIX?

O VIX é um índice que mede a volatilidade das ações 500 principais ações da bolsa norte americana. Estas ações estão no chamado índice S&P 500 (algo semelhante ao que o Ibovespa é para a bolsa brasileira).

Baseando-se nos preços futuros de cada ação, o índice mede as expectativas referentes às ações que compõe o S&P 500 pelos próximos 30 dias. Por isso, muitas vezes o índice VIX é chamado de índice do medo.

Quanto mais baixo, mais “medo” os investidores têm; quanto mais alto, menos “medo” os investidores têm. Já que as expectativas estão baixas e altas, respectivamente.

Como funciona o índice VIX?

O índice baseia-se em padrões e análise do mercado para determinar se uma ação irá subir ou cair de preço. Posto isso, de acordo com a variação de cada ação, você consegue definir o risco.

Em outras palavras, quanto maior a variação do VIX, maior o risco sobre aquela ação por conta da instabilidade do mercado. 

Além disso, o VIX é utilizado como um indexador, principalmente para quem faz trading

Qual a importância do índice VIX na sua vida?

Antes de mais nada, é importante que você entenda que o índice VIX não vai dar a resposta das suas perguntas. Portanto, o que você vê no índice não deve ser a única forma de análise para a sua tomada de decisão final.

Então, utilize este índice como uma das ferramentas que vai auxiliar você na sua tomada de decisão, e nunca como a única, ok?

Quanto mais alto o índice estiver, mais alto está o risco sobre aquelas ações e neste momento, você como investidor deve entrar em um estado de alerta.

Todavia, isso não quer dizer que você não deve comprar e nem vender, mas sim, que você deve se basear nesses dados para criar estratégias para vender, ou comprar novas ações.

Enfim, o índice VIX não vai lhe dar a resposta para as suas perguntas, mas sim, irá mostrar para você o momento onde o mercado vai estar: com mais ou menos ricos.

Você sabe o que é volatilidade de uma ação?

Embora estejamos falando de volatilidade desde o começo do artigo, ainda não falamos o que de fato é a volatilidade.

A fim de entender o que é a volatilidade, vamos nos basear na palavra dentro do mercado financeiro, ok?

O que é a volatilidade de uma ação

Em suma, o termo volatilidade está diretamente relacionado à variação de preços que uma ação ou um conjunto de ações possui. No entanto, isso pode ser aplicado não apenas para ações, mas para qualquer ativo financeiro, como uma casa, por exemplo.

Sendo assim, todas às vezes que você ouvir o termo volatilidade, significa que aquele ativo financeiro está sensível às mudanças. Consequentemente, por estar sensível às mudanças, aquele ativo está instável e provavelmente será muito difícil prever se ele vai subir ou cair de preço.

Agora, se você ouvir que a volatilidade está baixa, significa que o risco sobre aquele ativo financeiro está baixo, um cenário perfeito para investidores iniciantes atuarem.

É importante, porém, ter em mente que quanto maior o risco sobre um ativo (volatilidade) maior será a chance de ganhar dinheiro com ele e de perder também…

Entenda que isso não é uma regra, é apenas um “padrão” do mundo dos investimentos. Geralmente acontece assim, mas nada te garante isso.

Como o investidor brasileiro pode utilizar o índice?

Como eu citei anteriormente, o VIX não é um índice que tem influência na bolsa de valores brasileiras. Logo, não pode ser utilizado por nós, certo? Errado!

Provavelmente você sabe que os Estados Unidos é referência quando falamos de economia e investimentos.

Sendo assim, a partir do momento a volatilidade acontece no mercado norte-americano há uma chance dessa mesma volatilidade ser sentida no resto do mundo. Mas lembre-se: há uma chance, não é certeza! Não existe certeza no mercado.

Portanto, caso você faça operações no Brasil e quer estar preparado para suas tomadas de decisões futuras, acompanhar o índice VIX pode ser uma das suas cartas na manga.

Índice VIX: como índice do medo ajuda em suas operações?

É possível investir no VIX?

O VIX não é um índice como os outros índices como Ibovespa ou IFIX, que utilizam outros ativos para “se calcular”. O VIX é um índice que mede o medo do investidor, conforme já conversamos.

Assim, não existe nenhum ETF ou fundo que replique o VIX. Da mesma forma, não existem ativos que possam ser comprados para simularem este índice.

Dessa forma, não é possível investir no VIX.

Existe um índice brasileiro?

Ok, é possível utilizar as tendências da bolsa norte-americana para tomar certas decisões, mas existe um índice brasileiro?

Sim, o Brasil possui um indicador de volatilidade chamado VXEWZ (Brazil ETF Volatility Index). O VXEWZ é um ETF (fundo de índice), baseada na EWZ (iShares MSCI Brazil).

Conclusão

Em conclusão, os índices de volatilidade tanto no Brasil, como nos EUA, são fundamentais para quem quer ter as melhores tomadas de decisão.

Sendo assim, utilize os índices como uma ferramenta para auxiliar o seu pensamento. Porém, lembre-se, os índices mostram previsões do mercado, sendo assim, se basear apenas em índices tem grandes chances de se tornar um grande erro.

Por isso, nunca confie cegamente no índice VIX e nenhum outro índice. Eles têm a intenção de te ajudar e não de serem a única fonte de decisão para fazer uma operação.

Antes de você entrar no mundo dos investimentos da bolsa de valores, recomendo que você estude. Dessa forma, você vai aos poucos entendendo as malícias do mercado e consequentemente conseguirá ter um melhor aproveito com os índices

Junte-se ao grupo VIP Informe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos com prioridade
100% livre de spam

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!